Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Como estrelas na Terra

Espaço de pensamentos, divagações, reflexões, crescimento pessoal e espiritual, ilusões, sonhos, livros,emoções, filmes, poemas, canções;Para que nos sintamos como estrelas na Terra

Espaço de pensamentos, divagações, reflexões, crescimento pessoal e espiritual, ilusões, sonhos, livros,emoções, filmes, poemas, canções;Para que nos sintamos como estrelas na Terra

Como estrelas na Terra

27
Fev18

Para RIR.... a costela e o pó do Joãozinho


Maria Oliveira

A costela

Na catequese, Joãozinho ficou intrigado quando a catequista explicou que, segundo a metáfora do livro do Gênesis, Deus tinha criado Eva a partir de uma costela de Adão.

Lá pelo meio da semana, depois de levar um tombo no futebol e ficar com um pouco de dor no lado, ele se deitou meio queixoso no sofá. A mamãe perguntou:

– O que você tem, Joãozinho, meu filho?

– Acho que estou com uma metáfora, mãe

– Com o quê?!

– Estou com dor aqui nas costelas. Acho que vou ter uma esposa!

 

Do pó e ao pó

Ao chegar em casa da catequese, pensativo, Joãozinho resolveu tirar uma dúvida com a mãe:

– Mãe, é verdade que do pó viemos e ao pó retornaremos?

– Sim, Joãozinho, é isso mesmo. Por quê?

– Porque debaixo da minha cama tem um montão de gente que eu não sei se está indo ou vindo.

 

 

retirado do site Aleteia

26
Fev18

ALL ABOARD - SEGUNDA SEMI FINAL FESTIVAL CANÇÃO


Maria Oliveira

ALL OVER AGAIN,

e num AMOR VELOZ

foi mais um domingo

a soltar a voz;

E com BANDEIRA AZUL

uniu se o norte o sul !

ANDA DAÍ Portugal

rumo a mais uma final ,

Pois ZARASTRUTA falou

e Dora Fidalgo cantou

não foi ela a MENSAGEIRA

mas até cantou à maneira;

Foi mais um belo SUNSET

em que só restaram sete

a ver o VOO DAS CEGONHAS

em melodias mais tristonhas

no JARDIM , PRA LÁ DO RIO.

Mas o que nos deu um calafrio

foi só quando SOBRE NÓS

O Diogo soltou a voz

com a bela CANÇÃO DO FIM

e senti que era para mim!

Sim, olhamos mesmo para tudo,

de coração cego e mudo

e não vemos quase nada

só mesmo a nossa estrada!

Foram todas belas canções

em mais uma noite de emoções

e agora só PATATI PATATÁ

O vencedor quem será ?

21
Fev18

IDEIA GENIAL PARA PÔR OS FILHOS A LER - WI FI EM FAMILIA


Maria Oliveira

     Há muita "JUV "aí que não vai achar muita piada a isto, mas paciência;   Concordam , claro que aceder ao wi- fi tornou se uma coisa tão simples e banal, que quando és convidado para ir a algum lugar ou algum evento , preocupação imediata: Tem  wi - fi???  ; Quando vais a um jantar , nem dizes boa noite, é logo: passa aí a senha!  Talvez exagero, mas quantos pais andam desperados para conseguirem desviar os seus filhos do mundo digital em que se afundam e que absorve as suas mentes, a sua criatividade , a sua atenção, todo o tempo livre?

Sejamos francos: é quase missão impossivel conseguir afastá- los de tudo o que é  Smartphones, iphones, ipads, ipods, tablet, telemoveis , playstations... e tudo o que termina em ones... .

E então o wi-fi é coisa preciosa, valiosa, quase já não se vive sem... É a porta para outro mundo ! Que o mundo real é uma seca;

 

wi fi.jpg(google images) 

 

MAS VAMOS AO QUE INTERESSA : 

PAIS : para substituir os phones , por books , vejam a ideia que uma mãe teve: * 

     Num dia , ao pequeno almoço,  deixou este recado  “A senha do wi-fi desta semana é a cor do vestido de Anna Karenina no livro. Eu disse o livro, não o filme!! Boa sorte! Mãe”, A única maneira que seus filhos (em idade escolar) poderiam encontrar a senha para a conexão à internet era lendo o livro de Tolstoi.

Se o wi fi numa casa é como o ar que respiram  (quase) , todos ao IKEA para montar uma biblioteca, que a coisa vai funcionar; 

E vejam este filme FANTÁSTICO , já agora  e em familia : https://youtu.be/-AWUizJShfs - a Dieta Digital ( está em espanhol, mas compreende se bem); 

Quem sabe depois o sinal de wi fi se represente por uma bela foto de família 

wi fi maximo.jpg(google images)

 Prontos: comprem os livros, mudem as senhas e sejam felizes!

*historia relatada em Huffington Post:

20
Fev18

Festival da banana - All Aboard !


Maria Oliveira

E já cá  está, a 1ª semi final 

rumo ao grande festival, 

e já temos uma boa gincana 

nesta final da banana! 

Ah! e já se descobriu o segredo 

que é cantar sem medo!

Assim foi com o Salvador

e desta será bem melhor !

Foram várias as canções 

que tocaram os corações

e será dificil escolher 

aquela que irá concorrer; 

e como  povo é que decide 

puseram a andar o José Cid!

Talvez ganhe o Madureira 

com um fado à maneira; 

Pode haver quem não concorde

mas vamos todos All Aboard!

Já se viu maturidade 

e uma enorme vontade 

rumo a uma  nova vitória  

e de novo, fazer história!

Vamos lá então Portugal

que sonhar , não tem mal 

e ganhe quem ganhar, depois, 

vamos sempre amar pelos dois!

 

19
Fev18

Para saber viver é preciso ousar viver


Maria Oliveira

"Uma lei fundamental precede e ilumina toda outra lei, civil, moral ou religiosa.  Assim ela se  enuncia:
Artigo único:  É preciso viver.
Não há artigo segundo.
Necessário viver.  Com avidez. Com intensidade. Só é verdadeiro o que se vive.
Se a fé em Deus e em Jesus ressuscitado  fosse um entrave à vida, eu recusaria a fé.
O que é maravilhoso na fé  é que ela não cessa de  aumentar a exigência, o combate, o fervor de viver, de viver até a embriaguez: e a paixão de ser homem, a paixão de ser mulher, a celebração do casal, e todos os esplendores da carne e do sangue, e todas as luzes, o rir e  o soluçar.
Viver. Abraçar. Mesmo a infelicidade.
Viver: ter os braços  dirigidos aos músicos e como maestro  decidir o momento em que a vida vai dançar, cantar, gritar, chorar talvez.  Mas viver.
Escrevo estas linhas com o coração impregnado do evangelho, do evangelho do Gólgota e o evangelho da Ressurreição.
Necessário viver.
Todas as promessas de Jesus no evangelho são promessas de vida.
Necessário ousar viver.
Para saber viver é preciso ousar viver."

Jacques Leclerc

Debout  sur le soleil

37b11c41f7292898dd1f680d5dff698a.jpgpintrest

 

 

14
Fev18

O Jarro da gratidão- sugestão para casais/ famílias


Maria Oliveira

Expressar a nossa gratidão diariamente é simples e eficaz

Você diz “obrigado” o suficiente para seu cônjuge? Todo dia? Mesmo para as pequenas coisas úteis que ele ou ela faz? Se você respondeu “não” a pelo menos uma dessas perguntas, então este pequeno jarro de gratidão poderia fazer maravilhas no seu casamento! Aqui está o porquê.

O que é um jarro de gratidão?

A gratidão é o reconhecimento de uma ação gentil. Um jarro de gratidão é, portanto, um lugar onde você coleciona todas as pequenas ações úteis dessa pessoa especial que compartilha sua vida, para que você possa mostrar que você está agradecido. Tudo o que você precisa fazer é escrever em um pedaço de papel palavras de agradecimento para cada uma dessas coisas, e encher o jarro. A nota pode ser tão simples como: “Obrigado por tirar o lixo!”; não há nenhum gesto tão pequeno que não mereça agradecimentos quando alguém está lhe fazendo um favor. Por fim, colocamos este jarro em um lugar visível na casa, como no corredor ou na cozinha, para que você não se esqueça de adicionar coisas todos os dias, e para que seu cônjuge possa encontrar essa concreta expressão de sua apreciação.

Quais são os benefícios de um jarro de gratidão?

O jarro de gratidão nos permite, de forma discreta e sincera, agradecer o nosso cônjuge e mostrar o que apreciamos nele(a), e suas palavras e ações. É ainda uma maneira de concentrar nossa atenção na pessoa com a qual prometemos viver, mostrando-lhe a nossa gratidão diariamente.

O jarro de gratidão requer um pouco de esforço da nossa parte para identificar as coisas boas e generosas que o nosso cônjuge faz todos os dias, e para encontrar as palavras certas para expressar nossos agradecimentos. Mas os efeitos serão sentidos muito rapidamente, e há uma grande possibilidade de que este primeiro jarro seja rapidamente acompanhado por um segundo, com o qual o nosso cônjuge também irá preencher com notas de gratidão para nós.

Mostrar nossa gratidão, sem dúvida, fortalecerá nosso vínculo matrimonial. Ao apontar o positivo, estamos a preencher a bondade e o amor. As queixas ou críticas ocasionais se tornarão mais fáceis de lidar, porque elas são colocadas em perspectiva. Este ritual do jarro de gratidão também pode ser um simples iniciador de conversas.

Como você pode fazer um jarro de gratidão?

  • Recicle ou compre um frasco de vidro. O fato de o frasco ser transparente permitirá que você se concentre no preenchimento do frasco; no entanto, se você preferir, ou for mais conveniente, você pode usar uma caixa de metal ou plástico. Você também pode decorá-lo com amor, usando fitas, adesivos, fotos etc.
  • Todos os dias, escreva expressões de sua gratidão para o seu cônjuge em pequenos pedaços de papel. Certifique-se de descrever o que você está agradecendo, e não apenas a palavra “obrigado”.
  • Preencha seu jarro de gratidão com todas as suas pequenas palavras de apreciação.
  • Espere sua outra metade descobrir o jarro (colocado em um lugar proeminente). Isso, sem dúvida, irá incentivá-lo a fazer o mesmo por você!
  • Não se esqueça de adicionar uma ou mais mensagens de agradecimento para o seu cônjuge todos os dias.

Indo um pouco mais longe

O jarro de gratidão não é reservado exclusivamente para os cônjuges. Pode muito bem ser para toda a família, onde as crianças também podem agradecer a seus pais e/ou irmãos e irmãs todos os dias. É um pequeno esforço diário, mas pode ter ótimos resultados.

 

 
Retirado do site ALETEIA- Nelly Glassman
14
Fev18

Para todas as mulheres Invisiveis


Maria Oliveira

     A mensagem de hoje é para todas as mulheres e mães , que em algum dia, em determinado momento, se sentiram "invisiveis" , junto de seus filhos e companheiros ; 

     Essa sensação de quase "inexistência" pode ser dolorosa, mas vista com os olhos do coração e os de Deus, a Invisibilidade pode tornar -se Invencibilidade; Só dar um clique na mente e direccionar no rumo certo...

será assim tão fácil? 

 

https://youtu.be/srdhQIN-NoU

 

Mulher invisivel.jpg

 

13
Fev18

Porque não vou à missa ?


Maria Oliveira

 

  1. Porque não sou obrigado (a) ! Certo ; Já viste quantos cristãos por esse mundo fora são mortos precisamente porque são cristãos e não tem a liberdade de viver a sua fé; nós que temos toda a liberdade… não a vivemos; Claro que Deus não nos obriga a nada, tão pouco precisa de nós; Ele Deu nos a Liberdade e eu, o que é que Eu Lhe dou?
  1. Porque não tenho tempo ! Quando chego ao fim de semana, estou cansado(a) quero ter tempo para mim, fazer exercício, dormir, passear, ir ao shopping , estar com a família, e muitas vezes trabalhar ainda mais  … ; Certo , tudo isso é válido ; Deus Deu-nos nos uma Vida inteira para tudo isso, e eu não tenho uma hora na semana para lhe dizer um Obrigado; Ele Deus nos o Tempo;  e o que é que Eu Lhe Dou ?
  1. Porque para falar com Deus não preciso ir à Missa! Certo; É verdade: mas porque os outros fazem questão de ir? Quando rezas sozinho, com quem testemunhas a tua fé?  Podes dizer que amas a Deus, o Pai, mas que amor é esse , se nem sequer frequentas a sua casa  ou se o fazes só em festas ? Como podes crescer na fé, aprender a perdoar e viver em amor, sozinho?Por isso rezas o Pai NOSSO, e não Pai Meu. E se rezo ao mesmo  Pai, que exemplo lhe dou como filho?
  1. Porque não ganho nada com isso!  Bem, pensamos isso precisamente  porque a maioria de nós espera primeiro receber para depois dar; e sabemos tao bem pedir coisas a Deus…  Mas quando vais à missa , primeiro, vais para dar (a tua gratidão e humildade, o teu testemunho ) e só depois receber  (a bênção, a força espiritual , mais fé, a graça, a ajuda divina) ; Muda a perceção e valor que dás à Missa para perceberes que só tens a ganhar: a Missa é a primeira maneira de defender, fortalecer e manifestar a nossa fé. E que “limpa" o nosso espírito materialista sufocante em que vivemos; 
  1. Porque não entendo o que o padre diz / o padre é chato ; Ok , Mas não entendemos e nos entediamos porque não sabemos bem porque estamos na missa; e muitos ainda vão por rotina/obrigação! Como é que tantas pessoas vão à missa com entusiasmo, alguns até mesmo todos os dias... É que há algo que não vemos! Só verás no teu coração e para isso começa a viver a missa, a estar atento, a responder, a rezar, cantar;  Se vais por obrigação, hábito então não poderás entender ; Saber e entender o que é a missa, é muito diferente;
  1. Porque vejo muitas pessoas que vão e depois  só fazem mal aos outros; Certo; estamos tão longe de ser perfeitos contudo não deverias ir à missa tendo em conta o que tu julgas que são os  outros, mas por ti, por Jesus; Não julgues pois serás julgado; E age por ti, não pelos outros; E a Igreja não é o lugar dos perfeitos, mas daqueles que, apesar de seus pecados, buscam a perfeição, pedem perdão pelos seus pecados e força para evitá-los;

………Muitos de nós, realmente não podemos ir à missa ,sempre  e como gostariamos ! Por motivos de doença, trabalho e muitas vezes uma pesada gestão familiar que nos limita e nos impede ...  Mas que sempre que nos seja possivel ir, façamos realmente da Eucaristia um banquete para a alma, de esperança, coragem e fé para dias melhores na nossa vida, sempre com Deus lá na Frente!

Termino com um excerto de uma entrevista que o frade inglês Fr. Tomoth Radcliffe, antigo superior geral dos Dominicanos, que publicou  um livro intitulado “Why go to church?” (Porquê ir à igreja?), deu ao site Pelerin   "Para mim, ir à missa é uma obrigação no sentido em que fazer parte da comunidade de Jesus faz parte da minha identidade. Você é obrigada a festejar o aniversário da sua mãe? Não, mas foi a sua mãe que lhe deu a vida: festejar o seu aniversário é como uma obrigação natural... Quando se toma consciência do sentido da Eucaristia, surge naturalmente o desejo de participar."

 

08
Fev18

Tenham Filhos ! - Texto maravilhoso


Maria Oliveira

Hoje vou partilhar um texto lindo, que encontrei nao site da ALETEIA , escrito por Bruna Estrela; Maravilhoso; 

"Se eu pudesse dar só um conselho para os meus amigos, seria esse"

“Se eu pudesse dar só um conselho para os meus amigos, seria esse: tenham filhos. Pelo menos um. Mas se possível, tenham 2, 3, 4… Irmãos são a nossa ponte com o passado e o porto seguro para o futuro. Mas tenham filhos. Filhos nos fazem seres humanos melhores.

O que um filho faz por você nenhuma outra experiência faz. Viajar o mundo te transforma, uma carreira de sucesso é gratificante, independência é delicioso. Ainda assim, nada te modificará de forma tão permanente como um filho.

Esqueça aquela história de que filhos são gastos. Filhos te tornam uma pessoa com consumo consciente e econômica: você passa a comprar roupas na Renner e não na Calvin Klein, porque no fim, são só roupas. E o tênis do ano passado, que ainda tá novinho e confortável, dura 5 anos… Você tem outras prioridades e só um par de pés.

Você passa a trabalhar com mais vontade e dedicação, afinal, existe um pequeno ser totalmente dependente de você, e isso te torna um profissional com uma garra que nenhuma outra situação te daria. Filhos nos fazem superar todos os limites.

Você começa a se preocupar em fazer algo pelo mundo. Separar o lixo, trabalho comunitário, produtos que usam menos plástico… Você é o exemplo de ser humano do seu filho, e nada pode ser mais grandioso que isso.

Sua alimentação passa a importar. Não dá pra comer chocolate com coca-cola e oferecer banana e água pra ele. Você passa a cuidar melhor da sua saúde: come o resto das frutas do prato dele, planta uma horta pra ter temperos frescos, extermina o refrigerante durante a semana. Um filho te dá uns 25 anos a mais de longevidade.

Você passa a acreditar em Deus e aprende como orar. Na primeira doença do seu filho você, quase como instinto, dobra os joelhos e pede a Deus que olhe por ele. E assim, seu filho te ensina sobre fé e gratidão como nenhum padre/pastor/líder religioso jamais foi capaz.

Você confronta sua sombra. Um filho traz a tona seu pior lado quando ele se joga no chão do mercado porque quer um pacote de biscoito. Você tem vontade de gritar, de bater, de sair correndo. Você se vê agressivo, impaciente e autoritário. E assim você descobre que é só pelo amor e com amor que se educa. Você aprende a respirar fundo, se agachar, estender a mão para o seu filho e ver a situação através de seus pequenos olhinhos.

Um filho faz você ser uma pessoa mais prudente. Você nunca mais irá dirigir sem cinto, ultrapassar de forma arriscada ou beber e assumir a direção, pelo simples fato de que você não pode morrer (não tão cedo)… Quem é que criaria e amaria seus filhos da mesma forma na sua ausência?! Um filho te faz mais do que nunca querer estar vivo.

Mas, se ainda assim, você não achar que esses motivos valem a pena, que seja pelo indecifrável que os filhos têm.

Tenha filhos para sentir o cheiro dos seus cabelos sempre perfumados, para ter o prazer de pequenos bracinhos ao redor do seu pescoço, para ouvir seu nome (que passará a ser mãmã ou pápá) sendo falado cantado naquela vozinha estridente.

Tenha filhos para receber aquele sorriso e abraço apertado quando você chegar em casa e sentir que você é a pessoa mais importante do mundo inteirinho pra aquele pequeno ser. Tenha filhos para ganhar beijos babados com um hálito que listerine nenhum proporciona. Tenha filhos para vê-los sorrirem como você e caminharem como o pai, e entenda a preciosidade de se ter uma parte sua solta pelo mundo. Tenha filhos para re-aprender a delícia de um banho cheio de espuma, de uma bacia de água no calor, de rolar com o cachorro, de comer manga sem se limpar.

Tenha filhos.

Sabendo que muito pouco você ensinará. Tenha filhos justamente porque você tem muito a aprender. Tenha filhos porque o mundo precisa que nós sejamos pessoas melhores ainda nessa vida

Amen

 

 

Pág. 1/2