Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Como estrelas na Terra

Espaço de pensamentos, divagações, reflexões, crescimento pessoal e espiritual, ilusões, sonhos, livros,emoções, filmes, poemas, canções;Para que nos sintamos como estrelas na Terra

Espaço de pensamentos, divagações, reflexões, crescimento pessoal e espiritual, ilusões, sonhos, livros,emoções, filmes, poemas, canções;Para que nos sintamos como estrelas na Terra

Como estrelas na Terra

31
Mar18

Em busca da alegria ....


Maria Oliveira

   Conheces o hino da alegria , certo? Acredito que consiga alegrar, nem que seja um pouco, quem o escuta;

O hino diz nos que se não encontramos alegria nesta terra, deveremos procurá la, além das estrelas, 

Se só encontras tristeza e solidão nos teus dias está na hora de cantar a canção e de procurar a alegria , acima de ti, no alto dos céus;

Está na hora de sentires e viveres mais a esperança , não te deixes apagar pelos dias mais sombrios,

     Que bom, que bom é saber que a escuridão não é eterna, que o abismo não é o fim, que o sofrimento não é destino, que não existe só preto e o cinzento , que existem imensas cores para a alegria e que ela é sempre possível! 

Busca no Alto, busca em Deus, a Luz e Alegria para a tua Vida!

 

 

hino da alegria.jpg

27
Mar18

A viagem mais importante....


Maria Oliveira

       Quando temos de fazer uma viagem, seja de trabalho, seja de férias, preocupamo-nos com mil coisas, mil  pormenores, analisamos possíveis situações que possam surgir e tentamos ao máximo nos preparar para isso;  Quanto mais longa e complicada é a viagem, maiores serão as preocupações e preparativos; E da qual queremos voltar , mais felizes, realizados, confiantes, serenos, com mais paz e energia; 

   Bem , e já pensamos nos preparativos que precisamos, para a viagem que já estamos a fazer, a viagem do tempo  à eternidade ?

Essa  é a viagem que mais nos  interessa, que depende das preocupações e cuidados que com ela estamos a ter , de onde vimos , para onde vamos e com quem vamos, torna se realmente a mais importante descoberta e  desafio pessoal; Que levamos nós na bagagem ?

É que desta viagem....  não se volta!  

nossa-vida-e-uma-constante-viagem-do-nascimento-mo

    

26
Mar18

A minha " Viagem ao Infinito " de Jane Hawking


Maria Oliveira

         Acabei de ler o livro da Jane Hawking  , “ A Viagem ao Infinito” ,o  livro que inspirou o filme “A Teoria de Tudo” do Stephen Hawking ;

      Ainda não li os livros do Stephen Hawking e confesso que não entendi ainda muito bem qual a sua contribuição para a ciência ou para a humanidade ; Sim, foi  um grande  físico, cosmólogo e  professor  e que  descobriu em 1974 que buracos negros emitem radiação térmica devido a efeitos quânticos e que estes fazem um buraco negro perder massa. Embora esta perda de massa seja muito pequena, com um longo tempo ela faz o buraco negro evaporar" ; Ok , mas não percebo nada disto que escrevi.... vou ler para poder comentar algo que seja; 

    Jane, que  esteve casada com  Stephen durante quase 25 anos,  apresenta neste livro,  um relato franco sobre a sua vida ,  em  como tentava equilibrar os cuidados constantes que o marido exigia com as necessidades de uma família em crescimento (três filhos), em como deixou para trás alguns sonhos a favor da carreira do marido, etc... ; De facto quando mais  o prestígio do Stephen disparava a par da sua doença neuromotora , mais os sonhos e ilusões de Jane se apagavam; Viveu longos anos na sombra mas não se deixou apagar embora  se encontrasse imensas vezes perto do abismo; 

   Achei ,de facto o livro inspirador, por diversas razões : 

1. O amor de Jane , leve, simples, puro; Mesmo sabendo da doença e que o futuro marido tinha uma esperança de vida de 2/3 anos, seguiu em frente ; Ela não previa, com certeza o sucesso que o marido iria alcançar, nem o tempo de vida; Foi em frente, por ele e para ele; 

2.  A fé de Jane : para ela,  Deus é uma certeza,  apesar do marido ser  ateu ;  Sempre foi firme na sua fé e confessou no livro que nas horas mais dificeis, que foram muitas , foi precisamente essa fé que a manteve de pé e confiante ;  “No início o Stephen respeitava a minha fé”, disse Jane. “Mas com os anos ele tornou-se mais provocador”. Um dos momentos mais polémicos foi quando Hawking disse em Madrid, , que Deus não existe. “Sou ateu. A religião acredita em milagres, mas estes são incompatíveis com a ciência”.

3. O espirito de sacrificio em prol dos outros , e Stephen Hawking correspondeu a esses  sacrifícios tornando-se “o cientista  mais brilhante da atualidade”. Tentou sempre manter a tranquilidade, a harmonia no seu lar, evitando ao máximo que o sucesso do marido destruisse a normalidade que ela queria manter enquanto familia; 

4. A sua persistência : Interrompeu a sua tese de doutoramento em poesia espanhola medieval quando casou, em 1965  mas tinha prometido ao seu pai que iria terminá-la; Tiveram  três filhos: Robert nasceu em 1967, Lucy em 1970, e Timothy em 1979. Depois de anos trabalhando na tese , concluiu- a finalmente em abril de 1981.

5. A sua dedicação  : além da dedicação ao marido e filhos, sempre que lhe era possivel participava em diversas campanhas de solidariedade , em atividades da igreja anglicana, em concertos , dava aulas na sua casa, cuidava dos filhos, .... ; 

6. A sua força : suportou imensas criticas por parte da familia do marido e pela equipa de enfermagem  que cuidavam de Stephen quando o seu estado de saude exigia cuidados permanentes; Diziam que era preguiçosa, que tinha um caso com o seu amigo Jonathan Jones, que foi um fiel amigo durante anos do casal , que era negligente, que era interesseira,que era ignorante nos cuidados ao marido ... ; aguentou a ingratidão  chocante do marido quando ele resolveu sair de casa para viver com a enfermeira que cuidava dele; 

     E , no final, não viveram felizes para sempre ; Stephen Hawking podia controlar a sua mente mas não controlou o seu ego, a sua vaidade nem o seu coração; não acreditava em Deus, mas agia como se fosse um; Mas sempre acabou por descer do pedestal para se reconciliar com a familia; Partiu , em paz talvez ; E onde está a Paz, está Deus;

  

a viagem ao infinito.jpg    

hawking-works-1.jpg

 

 

 

22
Mar18

DIA MUNDIAL DA ÁGUA 22-03 - VAMOS ACORDAR !!!


Maria Oliveira

   Que o objetivo da criação do DIA MUNDIAL DA ÁGUA  ,não seja  esquecido; É URGENTE , UMA CONSCIENCIALIZAÇÃO , para todos, dos mais novos aos mais velhos; Não nos preocupemos, só quando a água  começar a faltar.... já será tarde! Tarde demais! Não comprometamos o futuro dos nossos filhos, da humanidade... ! 

       Devemos ter a consciência , a todo o momento, da importância vital deste bem tão precioso! A todo o momento, seja na higiene pessoal, na limpeza das casas, na rega dos jardins, na lavagem dos carros, na utilização diária, na cozinha, na roupa, etc... , seja do que for ! A todo o momento, imagina a falta de água como se do ar de tratasse , pois é precisamente a mesma importância! Há muitas maneiras de poupar água , mas todas elas começam por ti! Está nas minhas e nas tuas mãos , convence- te disso!

     Portugal tem sido abençoado com a chuva tão preciosa; Sim, mas não chega ! Sejamos gratos  e sejamos prudentes!

       

l-eau-c-est-la-vie_01.jpg

 

22
Mar18

Dia Internacional da SÍndrome de Down 21-3


Maria Oliveira

     Sabe porque razão foi instituido a 21/03? Porque esta síndrome é caracterizada pela quantidade maior de material  cromossômico – três cromossomas 21  –  21/3  – daí a razão da data ;  Há 30 anos, crianças com Síndrome de Down, autistas, paralisia cerebral etc., eram enclausuradas em casa ou institucionalizadas. Sabemos que as mudanças sociais ocorridas nas últimas décadas  promoveram maior qualidade de vida para essas crianças.   Elas não frequentavam escolas, pois não havia leis que garantissem a matrícula de crianças com deficiência. Felizmente que ao longo dos anos temos assistido a imensas melhorias  na inclusão, no apoio às famílias, na aceitação   e compreensão e uma crescente sensibilização para a DIFERENÇA! 

    E os  pais de filhos com Síndrome de Down foram os precursores nessa luta;   Hoje elas estão nas ruas, nos parques públicos, nas escolas. Hoje estudam, trabalham, são membros ativos na sociedade,..... : A  Síndrome de Down,  não é mais vista como uma questão de saúde, mas sim como uma condição da existência!

          Apesar dos avanços e conquistas sociais, há uma longa caminhada a percorrer . O sistema  educacional ainda é o grande desafio.   Entretanto, o que se vê é ainda muito despreparo das instituições e seus profissionais. Há muita dificuldade no reconhecimento e acolhimento da singularidade da criança. É preciso buscar amadurecimento em relação à convivência com as diferenças e à valorização do aprendizado por meio da diversidade.  Cada ser que chega ao mundo é único e capaz de desenvolver seus talentos. Não devemos aceitar rótulos que coloquem o ser humano em caixinhas, e diagnósticos que abafem seu potencial, aprisionem sua essência.

 

sin down.jpg

 Fonte : Aleteia 

19
Mar18

Disciplinar os filhos - com a C+A+R+I+D+A+D+E


Maria Oliveira

       Quantas vezes , nós pais, agimos erradamente quando queremos impor disciplina aos nossos filhos ? Se o tempo voltasse atrás, quantas coisas eu corrigiria, mas não volta ... e os pais de primeira viagem , então,  devem compreender o que quero dizer ; num segundo e terceiro filho, penso que já somos mais ponderados e pacientes ... Normalmente os primeiros levam com a nossa inexperiência, impaciência, frustração , medo, ansiedade,  .... ; A maioria de nós educa como pode, como sabe, como melhor entende ; Não há que julgar ninguém por isso; Acredito que damos o melhor de nós nessa questão; 

    Um dos desafios constantes que se nos apresentam é sobre que atitude devemos tomar na hora de disciplinar ; Li há dias um pequeno artigo sobre as cartas de  D. João Bosco, grande patrono da juventude  em que  ele estabelece um “sistema preventivo” que dispõe “os alunos/filhos  a obedecerem não por medo, mas por convicção. Onde refere que  a força deve ser excluída , e substituida pela caridade na hora de agir;     E porquê a caridade ?  Porque a CARIDADE, vem de Deus, Porque a sua prática é um notável indicador de elevação moral e porque é a que melhor revela a essência do ser humano , pois se equivale ao amor, à bondade, à indulgência, ao perdão,  à compaixão, à empatia,  ao te colocares no lugar do outro;   Daí ser uma carateristica preciosa, na hora de disciplinar; 

Ficam aqui  alguns  dos seus conselhos :

1) A punição deve ser o último recurso 

Devemos tentar sempre usar da paciência, colocar no lugar do filho, para compreender a birra ; não partir de imediato para a ameaça; tentar aproveitar cada situação para compreender as causas do comportamento  e educar de acordo com as causas; claro que isto em teoria é muito bonito; As vidas agitadas que temos , leva -nos a que muitas vezes partamos logo para a discussão, para a palmada, para a ameaça--- ; Mas se for possivel, dar um clique na mente antes desses nossos comportamentos , quem sabe, também aprendamos algo; 

2) O educador tem que se esforçar para ser amado pelos filhos/ alunos caso deseje obter o seu respeito

É nas palavras e nas nossas ações que revelamos o nosso amor ; só recebemos o que damos; Também por isso deveremos respeitar , sempre que possivel, a personalidade dos filhos, compreender as causas dos comportamentos, escutá- los, parar um pouco, olhar nos olhos.... ; 

3) Correções e punições não devem ser dadas em público ( há exceções , claro, se forem situações graves)

 Supermercados, centros comerciais, festas, eventos públicos... quantas vezes já aguentamos birras tremendas nestas situações e fomos forçados a ter uma atitude  ?  Receamos o julgamento dos outros mas levam -nos ao limite e agimos no momento e em frente a todos ;   Que vergonha, que embaraço para os pais e  uma humilhação para os filhos ; Quando por vezes , as crianças agem por maldade contra outras , como agir? Dar um reprimenda em frente aos colegas ? Bem, não há manual que nos salve, as opiniões divergem,( há quem considere, que se deve agir na hora e momento) mas , continuo a pensar que ,  e colocando- nos do lugar deles, a punição/reprimenda terá melhor efeito se não for em público; 

4) Evitar castigos físicos e violência 

Não sou apologista das palmadas ; Mas sei que muitas vezes, tem os resultados esperados, a nivel comportamental e no momento ; Mas quais serão as consequências , a curto, médio ou longo prazo?  O que irão aprender com a dor física ? Numa próxima vez, retraem-se e não fazem a asneira , mas não haverá outra forma ? Não terá a violência, repercussões negativas no seu desenvolvimento ? Não lhe estaremos a mostrar que  nos descontrolamos , que somos inseguros ? Mas reconheço que mantermos uma imagem de serenidade e segurança, é deveras dificil !

5) As regras de disciplina, bem como as suas respectivas recompensas e punições, devem ficar bem claras para a criança , de modo que  não possa alegar que desconhecia

Todos nós passamos a nossa infância a ouvir: Não faças isto ou aquilo.... ; Olha que se te portas mal, vem o polícia, vem o lobo mau, vem a bruxa, vem não sei quem.... ; Educamos agora também, da forma como nós também fomos, não é verdade ? Alertamos para os perigos disto ou daquilo, pe.,não ponhas os dedos nas tomadas da luz,  mas esquecemos de lhes explicar o que é que isso provoca, as consequências das ações , para que entendam claramente o perigo; "Porta te bem na festa, que a mãe dá- te uma prenda ...; Mas porque motivo, tem que se portar bem, seja onde for ? é isso que tem de ficar bem claro; 

6) Ser exigente nas questões de dever, firme na busca do bem, corajoso na prevenção do mal, mas sempre gentil e prudente 

 A paciência não consiste em tolerar a indisciplina, mas em educar na disciplina com respeito, apesar da tentação de explodir e partir para os gritos, castigos e até para punições físicas. As crianças aprendem mais depressa com o que vêem e assistem do que o que ouvem; A firmeza, a coragem, a gentileza, a confiança dos pais, quando aplicados na disciplina e educação dos filhos , só irá trazer benefícios ; 

7) Não permitir que a sombra da raiva e frustração  escureça o nosso semblante 

    Sempre que possível, devemos deixar transparecer serenidade nas  nossas mentes e no nosso rosto,  não demonstrando o nosso nervosismo , impaciência e fúria ; Há filhos que descobrindo a forma de descontrolar os pais, fazem- no constantemente , por uma questão de atenção talvez, outras pela sensação de vingança contra os pais, sensação essa que terá tendência a crescer, se não for detetada e corrigida; O nosso rosto e muitas vezes o silêncio enfurecido, vale por mil palavras negativas, não é verdade? 

      A paternidade /maternidade é uma benção, uma missão,uma responsabilidade ,uma longa e pesada caminhada..... e quantas vezes nos sentimos meio perdidos nesse caminho; mas que tal usar usar um pouco mais da C+A+R+I+D+A+D+E = Compreensão+Amor+Respeito+Inteligência+Determinação+Alegria+Disponibilidade+ Empatia , com os nossos filhos ? 

Um feliz dia para os Papás do Mundo Inteiro; 

 

16
Mar18

Receita para palmiers "chamusqués"


Maria Oliveira

     Com certeza já todos passámos pela experiência de deixar queimar almoços, jantares, sobremesas.... ;  eu já perdi a conta ... 

Ontem mais uma vez (o que deveriam ser uns palmiers deliciosos).....a minha filha é que preparou , mas a mãe é que colocou ao forno; E nós mulheres, que andamos sempre com mil afazeres ao mesmo tempo , é impossível não falhar em alguma coisa! 

Cá vai a receita para uns apetitosos chamuscos : 

- 1 embalagem de massa folhada

- açúcar, canela e pepitas chocolate 

- gema de ovo para pincelar 

Preparação: 

 - estender a massa , polvilhar com ácucar , canela e pepitas de chocolate

 - encontrar o meio da massa e enrolar as pontas até esse meio,pincelar com gema de ovo (se pretender) e cortar em fatias finas 

- colocar num tabuleiro e vai ao forno a 180º durante aprox. 10 min ( o que não aconteceu)

- vá passar a ferro

- vá dobrar roupa

- vá preparar o jantar

- vá ajudar os filhos 

- vá pôr a mesa .....

- vá fazer o que se lembrar , mas volte (senão, nem amostras terá, vai encontrar é pedras)

Receita para palmiers queimados.jpgo resultado desastroso; 

 Na ideia da minha pequena , deveriam ter ficado , mais ou menos assim..... Ficámo-nos pela ideia; 

palmiers.jpg

 

 

 

Pág. 1/2