Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Como estrelas na Terra

Como estrelas na Terra

30
Abr18

Para de tentar ser uma mãe perfeita - PARTE I


Maria Oliveira

     Sei que muitas de nós, que somos mães , já passamos  por muitas situações frustrantes, desgastantes, que nos fizeram questionar / duvidar da nossa competência para sermos mães? mas será que isso existe? isso de termos competência ou não? Não há universidade nenhuma que te valide ou te certifique isso; Só se for a da  Vida; Mas essas experiências menos positivas fazem precisamente parte do nosso crescimento pessoal enquanto seres humanos e enquanto pais;

   Já me questionei imensas vezes sobre se estarei sendo a mãe ideal, a mãe amiga, companheira, presente, perfeita??? Não não estou; tenho falhado imenso com as minhas filhas, sobretudo quanto à presença: quantas vezes estou com elas mas não estou, estou a léguas no mundo das preocupações, encargos, problemas, ansiedades,responsabilidades....; E isso tem me custado um pouco a  ultrapassar, porque já não posso voltar atrás e consertar isso; 

   Sei que os tempos são outros , talvez mais dificeis, do que no tempo de nossos pais,  para educar os filhos; Surgem cada vez mais perigos e incertezas no horizonte , mas que nada nos tire a firmeza e segurança da nossa missão; Pois o que é mais importante e mais forte do que o Amor que temos pelos nossos filhos ? O Amor , para mim é a base, independentemente de todas as nossas falhas, inseguranças, defeitos, feitios, falhas, fraquezas, limitações , valha nos o Amor! E o AMOR , esse sim, é PERFEITO!

   Entao mamãs, vamos levar esta missão com mais leveza, com mais simplicidade , mais serenidade e com menos exigências; 

Aproveito este post para vos deixar  também umas ideias que fazem toda a diferença na criação de nossos filhos, porque para eles estarem bem, temos de estar nós primeiro; Então , 

  1.  Continua sendo tu mesma. Não precisas desistir das tuas paixões e interesses só porque  és mãe. É importante que encontres tempo para fazer o que gostas: ler, escrever, praticar exercicio - faz  dessas coisas uma prioridade e arranja forma de incorporá-las no teu dia-a-dia.   Como se depois da maternidade houvesse tempo para fazer tudo que gostamos?!? ... Mas o importante é ter isso como uma meta. Mesmo que não consigas fazer tuas coisas com tanta frequência como antigamente, só o fato de te preocupares com as tuas próprias necessidades, faz de ti uma pessoa mais feliz e consequentemente  influencia também na missão de seres mãe ; 
  2. Não sejas uma mártir. Os nossos filhos não pediram para nos sacrificarmos  tanto assim. Eles não precisam disso e também não querem pagar o preço de serem criados por um mãe sofredora. Precisas  de um tempo sozinha? Deixa as crianças ver um pouco de televisão , com os avós, sai um pouco, lê um livro, faz algo agradável .... nós planeamos ;   então toca a relaxar ; Aceita que às vezes a casa vai ficar desarrumada , que as refeições serão menos saudáveis por vezes ,  e que as crianças vão ter que se ocupar sozinhas para recarregares as baterias.
  3. Livra te  da culpa. Culpa é um dos efeitos colaterais mais comuns da maternidade e não ajuda em nada: é perda de tempo e de energia. Quando tomares uma decisão, seja ela grande ou pequena, evita ficar remoendo na decisão tomada. Ninguém é perfeito. Tu não és perfeita, e irás sem dúvida, cometer erros. Se  amas os teus filhos e cuida das necessidades básicas deles, eles vão ficar bem. 
  4.  Sê paciente. Criar filhos dá mesmo muito trabalho. Eles fazem mil perguntas,  arranjam confusões, e precisam de ti o tempo todo. Claro que perdes a paciência de vez em quando, mas na maioria das vezes, respira fundo. Olha para eles como o que eles realmente são: criaturinhas inocentes que precisam do teu amparo.

 e , bom , para não ficar muito extenso, termino por aqui, na próxima semana, irei partilhar mais agumas ideias; 

Espero que vos sejam úteis 

Ideias retiradas de uma tradução livre de um trecho do post "How to be a great mother - 12 awesome tips" do blog zen habits. O texto original em inglês é de Vered DeLeeuw. 

 

 
28
Abr18

Como vemos a realidade....


Maria Oliveira

Encontram -se dois africanos  na praça da aldeia: 

Um diz para o outro: _ Ontem fui à selva e encontrei- me com um leão que me fez -fzzzzzzzzzz.

_Mentiroso, diz o outro, os leões não fazem fzzzzzzzzzzzzz;  Fazem groarrrrrrr.

- É que este estava de costas.

.................................................................

- Mamã , por favor dá me dois euros  para um pobre senhor que está a  gritar na rua.

-Claro que sim -diz a mãe  ,  e o que é que ele está a gritar?

 - grita: gelados.  Dois sabores.  Dois euros!   

 

Cada um de nós vê a realidade de modo diferente. 

Sermos parecidos não é sermos iguais.

O caminho da Consciência exige darmos-nos conta de nossa essencial diferença. 

Todos iguais obedecendo a um só chefe  é tirania.

Todos diferentes colaborando em uma meta comum é democracia!

 

Alejandro Jodorowsky

 

27
Abr18

A próxima presidente da América- a "irmã"do Trump


Maria Oliveira

 

irmã de trump.jpg

    Se eu me cruzasse com a senhora, também acharia que é cara chapada do Trump, mas só nisso....

Esta  mulher é de Galiza e fcou famosa nas redes sociais  depois de várias pessoas repararem nas semelhanças visíveis que tem com Donald Trump, graças uma jornalista  que publicou uma fotografia sua no Instagram.  Chama -se Dolores Leis Antelo, de 64 anos, e "tem, desde então, sido abordada para comentar políticas adotadas pelos Estados Unidos e assuntos internacionais, apesar de na verdade estar mais preocupada com a praga de traças que lhe tem atacado as colheitas de batata."

      Mas são " manos"  muito diferentes: "Dolores não usa telemóvel e não tem qualquer interesse em redes sociais ou em comentar assuntos online ; Os vários fãs da trabalhadora agrícola responderam à publicação da sua fotografia no Instagram com elogios e pedidos. "Podemos substituir Trump por esta senhora que trabalha arduamente?"

    Afinal naquela família ainda há gente que dobra as costas para ter o sustento do dia a dia; 

Fonte Msn e  Associated Press.

27
Abr18

Crónicas de um café mal tirado


Maria Oliveira

         Bom dia a toda a blogosfera!! Vamos lá à follow friday !   Estou nestas andanças há pouco tempo mas não deve ser dificil;  Acho uma excelente ideia;

E apesar de gostar de todos os blogs que subscrevi e já são imensos, hoje escolhi as https://cronicasdeumcafemaltirado.blogs.sapo.pt/ ; da Anabela Melo.  E porquê? porque é um espaço bem divertido, leve, fresco, organizado, original ... ; na vossa pausa para o café literário de hoje, aproveitem de fazer uma visita : é grátis e existem diversas variedades de café ao dispor; Bora lá, to follow!! 

E um bom  fim de semana; 

23
Abr18

Vossos filhos não são vossos filhos


Maria Oliveira

Vossos filhos não são vossos filhos.

São os filhos e as filhas da ânsia de viver por si mesma.

Vêm através de vós, mas não de vós.

E embora vivam convosco, não vos pertencem; 

Podeis outorgar-lhes o vosso amor, mas não vossos pensamentos.

Porque eles têm seus próprios pensamentos ,

Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas;

Pois suas almas moram na mansão do amanhã,

Que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho.

Podeis esforçar vos por ser como eles, mas não procureis fazê-los como vós,

Porque a vida não anda para trás e não se demora com dias passados .

Vós sois os arcos dos quais os vossos filhos são arremessados como flechas vivas ....

ninho-vazio0.jpgkhalil Gibran

 

20
Abr18

O que se passa na Síria ? A imprensa dirá toda a verdade ?


Maria Oliveira

   Bem sei que pouco podemos fazer contra esta maldita guerra .... mas hoje queria mesmo homenagear todos mas mesmo todos os que estão a vivê-la , apenas pelo AMOR; pelo AMOR aos outros : tantos voluntários, leigos, missionários , médicos , e milhares de outras pessoas que por vontade própria, que poderiam estar a viver confortavelmente , no meio da paz, não.... eles  estão e preferem estar no meio do inferno; Como os admiro e respeito; Por eles, faço questão de parar , rezar, elevar o meu pensamento a eles; pois com certeza estão no Alto e são donos de uma essência divina, que é o mais puro AMOR; Que a Luz Divina esteja sempre presente nessa horrivel escuridão e Abençoe cada um deles, assim como cada inocente que a vive; 

     Partilho estes registos , de 2 missionários que lá se encontram, também para nos questionarmos sobre se realmente  o que chega até nós é realmente verdade; no mínimo devemos sempre questionar, pois eu acreditei piamente que existiu um ataque quimico..... 

    O padre Bahjat Elia Karakach, franciscano da Custódia da Terra Santa, e um dos mais respeitados religiosos católicos na Síria, denuncia  que o governo sírio está sendo alvo de uma mentira alimentada pelos Estados Unidos e pelos seus aliados na Europa, no Golfo Pérsico e no Oriente Próximo. O padre Bahjat refere -se às acusações de que o governo do ditador Bashar Al-Assad teria usado armas químicas contra civis na região de Goutha, a poucos quilômetros de Damasco, na semana passada. O suposto ataque já foi negado também pelos russos, aliados de Assad, que acusam os norte-americanos e britânicos de terem forjado esse crime com a manipulação de informações e imagens alegadamente tiradas do seu real contexto.

Goutha é um dos últimos enclaves que restam nas mãos dos rebeldes contrários ao ditador Assad. A maioria deles é formada por milicianos da Al-Qaeda. Não se trata de uma defesa de Assad e da sua ditadura por parte do pe. Bahjat, como, precipitadamente, alguns críticos interpretaram. Trata-se de uma denúncia de manipulação e de um pedido para que todos os lados desta guerra absurda e genocida sejam claramente levados em conta, sem assumir como verdadeira apenas a versão vendida por influentes segmentos da mídia mundial.

Sadduldin Zaidan / ANADOLU AGENCY
O padre Bahjat afirma:  “A quem me pergunta sobre o uso de armas químicas pelo governo, eu gostaria de lembrar que, em 2003, o Iraque foi atacado pelos Estados Unidos e seus aliados com a justificativa de combater um regime que tinha armas químicas. E era mentira”. E prossegue: “Toda vez que o exército sírio consegue reconquistar uma área que tinha sido tomada pelos rebeldes terroristas, acontece uma armação para convencer a opinião mundial de que o regime sanguinário precisa ser combatido. Tudo isso é uma grande mentira porque o nosso governo não é estúpido de fazer uma coisa que daria margem para um ataque ocidental. O exército não precisa usar armas químicas, elas já foram desmanteladas sob o controle dos russos, já faz alguns anos. Hoje se avança sem o uso desses métodos para vencer a guerra contra o terrorismo”.

Motivações econômicas : Para o padre Bahjat, as vitórias do regime de Assad contra os rebeldes terroristas não interessam ao mundo ocidental e aos seus aliados no Golfo Pérsico. : “Isto [os avanços do exército sírio] desagrada quem financia os terroristas. E nós dizemos isto sem papas na língua”. 

A quem ele se refere?  “O mundo ocidental que sustenta os terroristas, instrumentos e aliados dos estados árabes do Golfo, principalmente a Arábia Saudita, para defender os interesses desses países e de Israel. Digam isso. Falem desta grande mentira, vamos dizer a verdade!”

A  ênfase da comunicação social em apenas um lado

Embora seja notório que o regime ditatorial de Bashar Al-Assad tenha perpetrado graves abusos e violências contra o povo da Síria, também é verdade que as atrocidades perpetradas pelos rebeldes são bastante menos denunciadas pela mídia ocidental. As muitas dúvidas sobre o que de fato aconteceu em Goutha semana passada, porém, têm forçado os comentaristas a abordarem também as outras versões. Mas as acusações de mentiras, omissões e deturpações da realidade no país massacrado pela guerra não são recentes: quem vive em primeira mão o contexto local as vem fazendo há anos

"Ninguém fala do que está acontecendo aqui em Damasco. Mas faz semanas que estamos sob o bombardeio dos rebeldes. As escolas estão fechadas, a vida social e econômica está paralisada. Até poucos minutos atrás, estivemos sob ataque dos morteiros de Goutha, dos rebeldes.."

A irmã Yola, missionária do Coração Imaculado de Maria em Damasco, testemunhou logo após uma noite de bombardeios em março:  Não dormimos esta noite. Das 2h às 5h as explosões foram contínuas. Cerca de um mês atrás tudo estava quieto, parecia quase que a guerra tinha acabado, a não ser em Bab Touma, onde os mísseis continuaram sendo lançados. Mas depois da chegada do exército os lançamentos de mísseis aumentaram. Os mísseis nos apavoram porque causam explosões enormes”. Em Bab Touma foi atingido, entre tantos outros civis, o menino Lias, de 8 anos de idade. Seus pais tinham tentado durante anos até conseguirem ter um filho, para que depois o pequeno fosse assassinado pelos mísseis rebeldes........ 

 

Fonte : https://pt.aleteia.org/author/gelsomino-del-guercio/

20
Abr18

Ternura dos 90, não, perdão, Pintura dos 90!


Maria Oliveira

Esta mulher de 90 anos, trabalhadora agrícola reformada, pois claro ,  passa o seu  tempo livre para "decorar" as casas de sua  cidade, em Louka, na República  Checa ;  Anežka Kašpárková  dedica-se há mais de 30 anos criando padrões florais pelo vilarejo, uma tradição herdada das mulheres de sua região, que sempre desenvolveram esse trabalho inspirador até o final de suas vidas.

Ora vejam só a avozinha pintora:

post pint.jpg

post  pintura.jpg

post pint 3.jpg

 Não está amoroso ? oh coisa mais linda  

petrov-plze-013.jpg

 

http://www.revistak7.com.br/2017

  

Pág. 1/3