Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Como estrelas na Terra

Como estrelas na Terra

28
Jun18

Filme Santo Time - (divertidissimo)


Maria Oliveira

 Fui a Barcelona uns dias e pelo menos lá encontrei o Verão a banhos nas fantásticas praias catalãs

Em Portugal o tempo está mais para ficar por casa; eu vou aproveitar para pôr leituras em dia e assistir filmes em familia, tal como este,o SUPER TIME, que é  divertidíssimo(e já que estamos ainda em #clima# de futebol seja com Sporting seja com o Mundial ); 

 https://youtu.be/R0mtc9zfJx0 ; Está dublado em brasileiro

filme SANTO TIME.jpg

Uma comédia/romance de 95 minutos , sobre um padre "fora dos padrões normais" que  treina monges descoordenados para um campeonato de futebol. É tipo a liga dos campões mas do Clero;  Ganhar é a única opção para impedir que o mosteiro seja utilizado para outros fins ;  E Será que Deus ajuda?

de certeza que vão gostar 

 

13
Jun18

e a palavra do ano 2018 é .....


Maria Oliveira

BdC !

Minha nossa, eu deixei de ver novelas há tanto tempo e ligo a televisão; é BdC de um lado é Bdc do outro, na CMTV nem se fala , aquilo é 24 sobre 24 horas ; é assembleia marcada, é assembleia desmarcada, é comissão criada, é comissão destituida, é conferências de imprensa, é comunicados, é facebook,..... Credo!

Se  o homem ganhar comissão de cada vez que é falado na comunicação social, está ultramegahieprsupermilionário; 

Não gosto de comentar este tipo de situações nem julgar pessoas ou fatos,mas que isto já cansa, já; no inicio até poderia ter sido um bom presidente, acho que agora nem para sócio... mas não me compete a mim julgar ; 

Receio que prejudique os jogadores afetos a este circo, e que se encontram a jogar o Mundial; (da Seleção sim, ainda gosto, sobretudo desde que lá está  Fernando Santos ); Lamento ainda que grandes jogadores tivessem saido do Sporting da forma como sairam ; Imaginem o poder de uma palavra, porque na minha opinião , tudo começou com palavras que não deveriam ter sido ditas nem escritas ... Não acham ? 

Só não sei , neste circo todo, quem será o último a rir ? 

bdc.png

08
Jun18

Felicidade ou Alegria , será a mesma coisa ?


Maria Oliveira

    O filósofo alemão, Immanuel Kant, considera a felicidade uma “condição do ser racional no mundo, para quem, ao longo da vida, tudo acontece de acordo com seu desejo e vontade”.A alegria, por sua vez, pode ser momentânea. É o transbordamento da felicidade e está relacionada a um fato ou uma ação positiva. Os momentos de alegria podem gerar picos de felicidade, é considerada a manifestação ativa da felicidade. A alegria é contagiante. Você já ouviu falar de pessoas que alegram os ambientes? Essa reação costuma conquistar a empatia de todos em volta.   

Segundo a psicóloga, Lizandra Arita é preciso compreender que alguém pode estar feliz, mas não necessariamente alegre. Essas emoções nem sempre estão relacionadas. Existem pessoas que vivem sorrindo, parecem contentes, mas ainda assim não se consideram felizes. “Elas estão alegres. Isso porque a alegria vem do verbo “estar”, é um estado, algo momentâneo e passageiro, que vai e vem e tem relação com o comportamento das pessoas e os ambientes onde estamos”, explica.

Já a felicidade é algo que está dentro de cada um e tem a ver com ser. “Eu sou feliz”. “Felicidade é conquistada quando se está em paz consigo mesmo, quando o indivíduo está certo de quem ele é, tem convicção de suas crenças e é seguro em seus valores”, acrescenta a especialista.Dentro da espiritualidade cristã, Deus é a própria Felicidade, pois Ele é a Realização Plena do Ser e a felicidade consiste em realizar-se plenamente.

Atenção: a felicidade não consiste em “ter-se realizado plenamente” – ela consiste em “realizar-se plenamente”, em “estar-se realizando plenamente”. A felicidade é um processo em andamento, é um agora, é um hoje, e não o efeito estático de um “ontem ideal”. Deus é Felicidade Plena porque Deus É – sempre! E nós podemos ser felizes ao participar o mais plenamente possível do ato de ser (e ser é muito mais que ter, fazer, saber…).

Felicidade, portanto, tem a ver com a intensidade com que somos.

Por isso mesmo, nem sempre a felicidade se manifesta de maneira “festiva” e exteriormente “exultante”: muitas vezes, nossos sentimentos podem estar “em baixa”, com as típicas e naturais variações do humor que afetam todo ser humano. Acontece que a felicidade não é um “sentimento”, nem um quadro médico de perfeito equilíbrio dos hormônios ou dos neurotransmissores: a felicidade é uma atitude consciente, é uma decisão consciente de vida, é a postura de quem reconhece com realismo, serenidade e maturidade que está em processo contínuo de “realizar-se”, de crescer no próprio ser, inclusive em meio às provações e dificuldades mais desafiadoras.

Mesmo nos momentos de profundo desânimo sentimental, nos quais a “sensação” de alegria se apaga em trevas espessas, a pessoa que é feliz em seu espírito e em sua consciência se mantém serena, estável: ela enfrenta com determinação e força as “sabotagens” do humor e dos sentimentos, pois não perde de vista a constatação objetiva de que as circunstâncias externas serão sempre variáveis – e de que é nelas que exercitamos, vivencialmente, o ato presente de ser, de “realizar-nos”, o ato presente de escolher livremente, agora, entre aquilo que importa de verdade (ser) e aquilo que é auxiliar (ter, saber, fazer…).

A felicidade é uma questão de perspectiva no momento presente; é uma atitude positiva e decidida, sempre no agora, de aprendizado, de escolha, de crescimento, de superação e de aperfeiçoamento contínuo, quaisquer que sejam as circunstâncias; a felicidade não é um distante e abstrato ponto futuro de chegada: a felicidade é o próprio trajeto, é o próprio processo de realizar-se, consciente e perseverante. Agora. Não ontem, nem amanhã.

É claro que também há momentos, e são muitos, nos quais a felicidade coincide com a alegria – mas felicidade e alegria não são a mesma coisa. Alegria é um estado de bom humor, de sentimentos “leves”; por isso mesmo, é uma “sensação” que vai e vem. Aproveite os momentos de alegria e seja grato por experimentá-los. Mas, para a sua felicidade verdadeira, não os confunda com… a felicidade verdadeira.

 

fonte : Francisco Veneto - Aleteia

 
03
Jun18

A página branca e o ponto preto


Maria Oliveira

 Bom dia ! Hoje partilho uma reflexão linda com vocês ; Votos de uma boa semana!

     Certo professor entrou na sala de aula e disse aos alunos para se prepararem para uma prova relâmpago. Todos ficaram assustados. O professor, como de costume, entregou a prova virada para baixo. Quando puderam ver, para surpresa de todos, não havia uma só pergunta, havia apenas um ponto preto no meio da folha.

O professor, analisando a expressão surpresa de todos, disse: - Agora vocês vão escrever um texto sobre o que estão vendo. Os alunos confusos começaram a difícil tarefa. Terminado o tempo, o professor recolheu as folhas... colocou-se em frente à turma e começou a ler as redações em voz alta. Todas, sem exceção, definiram o ponto preto... tentando dar explicações por sua presença no centro da folha.

 

    Após ler todas, a sala em silêncio, ele disse:  - Esse teste não será para nota, apenas serve de lição... ninguém falou sobre a folha em branco. Todos centralizaram suas atenções no ponto preto. Assim acontece em nossas vidas, temos uma folha em branco inteira para observar, aproveitar, mas sempre nos centralizamos nos pontos negros.

 

     A vida é um presente de DEUS, dado a cada um de nós com extremo carinho e cuidado. O problema de saúde que nos preocupa, a falta de dinheiro, o relacionamento difícil com um familiar, a decepção com as pessoas, todos nós passamos por isso. No entanto Deus jamais nos desampara, sempre nos consola e fortifica. Se observarmos bem, o milagre da vida, o emprego que nos sustenta, um bom amigo que nos aconselha coisas boas... temos motivos de sobra para comemorar.

No entanto, insistimos em olhar apenas para o ponto preto. Os pontos pretos são mínimos, comparando com tudo aquilo que recebemos diariamente. Mas, são eles que povoam nossa mente... pense nisso: Tire os olhos dos pontos pretos da sua vida, aproveite cada bênção, cada momento que Deus lhe dá.

 

Fonte:

01
Jun18

Mais um Filme Indiano Lindooooooooooo -Yeh Jawaani Hai Deewani (Esta juventude é louca)


Maria Oliveira

    Já referi aqui , que gosto muito de cinema indiano e para quem gosta também, recomendo este filme de 2013, com Ranbir Kapoor e Deepika Padukone, que são os personagens principais (o irreverente  Bunny e e a doce Naina). É daqueles filmes que apetece sempre rever e rever e as músicas são lindas -demais ...ok,  já deu para perceber o meu entusiasmo, não é? é um romance bem divertido e familiar e que nos faz refletir no que é que é mais importante na nossa vida;  Gosto muito das emoções que este filme me provoca ; Ahhh! tem também uns diálogos que vão ficar na tua memória,de certeza e nos quais te irás rever..... 

Sinopse do filme :" é  história da relação entre dois personagens, Bunny e Naina, em dois momentos distintos, mas decisivos em suas vidas. Primeiro, quando eles estão apenas de férias da faculdade e estão em uma encruzilhada de várias decisões, que irá moldar quem, e o que eles vão se tornar. Por causa das escolhas de ambos, anos mais tarde, eles se encontram novamente, segurando-se entre sonhos realizados e não realizados, em uma encruzilhada de outra natureza, desta vez. Como esses dois personagens afetam, alteram, fazem amizade e acabam se apaixonando um pelo outro é o caminho que o filme aspira a nos levar fonte :filmow.com)

   Esteve disponivel no youtube, legendado mas agora não estou a encontrar; 

De qualquer forma, fica a sugestão, para quem tiver outras formas de assitir.  Bom fim de semana

naina.jpg