Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Como estrelas na Terra

Espaço de pensamentos, divagações, reflexões, crescimento pessoal e espiritual, ilusões, sonhos, livros,emoções, filmes, poemas, canções;Para que nos sintamos como estrelas na Terra

Espaço de pensamentos, divagações, reflexões, crescimento pessoal e espiritual, ilusões, sonhos, livros,emoções, filmes, poemas, canções;Para que nos sintamos como estrelas na Terra

Como estrelas na Terra

11
Abr18

O que é que é bom e o que é que é mau? E Como viver fora disso


Maria Oliveira

      Há um tempo para tudo nesta vida e no tempo presente,  a minha embarcou pela espiritualidade; Estou numa de "Namaste" e "Om Mani Padme Hum" (recomendo mesmo ouvir  este mantra no you tube, lindissimo) ; Por vezes penso porque não embarquei eu mais cedo , mas a verdade é que foi quando tinha que ser; E que paz isso me traz; 

    Todos nós já passámos por tempos conturbados e outros , imensamente felizes (se é que a felicidade se pode medir) e com certeza aprendemos valiosas lições com isso, ao longo da nossa vida; E como !  De altos e baixos, de ascensões e quedas, de risos e de lágrimas, vamos registando essa viagem  a que chamamos vida;  Aprendi a não cair num abismo quando surgem as coisas más e a não me elevar aos píncaros , com as boas; Ou talvez sim desde que se tenha a consciência que tudo é fugaz;  

      Hoje deixo -vos este conto sufi , cuja mensagem me orgulho de já ter encaixado na minha vida, porque já não vejo que possa ser de outra forma;  (Os sufi são uma das centenas de castas da Índia. São um povo pobre, temente a Deus , especialistas em  histórias com as quais procuravam transmitir  os ensinamentos filosóficos de seus antepassados aos mais jovens) 

  Um sábio possuia  um fabuloso cavalo que um dia rompeu a porta do estábulo e fugiu. Os seus vizinhos vieram ter com ele lamentar a situação e compadecer -se com ele, bradando aos céus o azar do homem; E o sábio lhes responde: _Quiçá seja para bem ! . Seis meses mais tarde o cavalo regressa acompanhado de dez cavalos selvagens que o consideravam chefe da manada. Quando os vizinhos viram aquilo,  acorreram  a felicitar o sábio  que lhes respondeu :_Quiçá seja para mal! 

      O filho do sábio quis domar um dos cavalos e este, enfurecido, lança o jovem por terra que caiu inanimado; Partiu uma perna e ficou coxo para sempre. O sábio disse aos  vizinhos que vieram consolá -lo: _Quiçá seja por bem! . Estala a guerra  e os rapazes da aldeia são obrigados a alistarem-se no exército, excepto o filho do sábio , que estando coxo, foi excluído;

    Fazemos continuamente , como os vizinhos, definindo tudo o que nos sucede como negativo ou positivo; E a vida resume - se a isso ? _ Hoje foi um dia bom , correu bem o trabalho, fui jantar com os amigos, deram me um presente, o tempo estava esplêndido, é o meu aniversário ... maravilha; No dia seguinte : _  Que dia para esquecer...bati com o carro, o meu filho está doente, discuti com o patrão, morreu um grande amigo,  ... e esta chuva que não desanda ... hirra;  e assim sucessivamente de mal a bem e de bem a mal, a vida vai rolando; 

   O segredo está em observar as coisas desde um tempo eterno,como se fossemos um espetador do "ator"que somos , porque a Vida, a nossa vida é muito mais que situações boas ou más para que permitamos que isso condicione a nossa existência... ;  Namaste 

https://youtu.be/zVty9rD4X-o ( Om Mani Padmi Hum)

3 comentários

Comentar post